Monte Dourado ou Pudim de Claras com Doce de Ovos

Ingredientes

  • 4 ovos
  • 200 g de açúcar
  • 1/2 dcálice de vinho do Porto
  • 1/4 de limão
  • Margarina para untar

Como confeccionar o Monte Dourado ou Pudim de Claras com Doce de Ovos

Separe as claras das gemas; claras para uma malga, gemas para uma caçarola pequena. Levante as claras em castelo e, logo que estejam em neve, junte-lhes 100 g de açúcar, batendo sempre. Quando estiverem bem firmes, junte umas gotas de sumo de limão e bata um pouco mais. Unte com margarina o  fundo de prato de pirex e coloque ai, em monte, as claras batidas, dando-lhe feitio de pinha. Leve a cozer em forno médio cerca de 30 a 40 minutos. Deve ficar bem cozido pois de contrário o monte abate depressa; é necessário que não fique logo tostado de inicio a fim de cozer por fora e por dentro. Se prefere um pudim, unte uma forma com margarina e polvilhe-a com açúcar. Deite o preparado na forma e leve a cozer em forno médio, em banho-maria, com a forma tapada, durante cerca de 1 hora, para cozer bem por dentro, Depois, retire do forno, deixe arrefecer, desenforme e cubra com o molho abaixo indicado. Vai diminuir um pouco ao arrefecer mas não tem importância.

Para o milho:

Misture as gemas com 100 g de açúcar e mexa muito bem com colher de pau. Junte depois o vinho do Porto e, mexendo sempre, leve a cozer sobre lume brando. Mexa sempre para não queimar nem ganhar grumos. Quando começar a ficar de consistência cremosa, retire do lume e não deixe arrefecer. Depois é só cobrir com este doce o «monte» de claras ou o pudim. Se o molho ficar muito liso é porque precisava de cozer mais um pouco para engrossar. O pudim de claras ou o monte dourado é um bom aproveitamento de claras. Pode também ser coberto com o molho das farófias (que indicaremos em breve) e polvilhado com canela (facultativo).